Confira dicas de como medicar os pets sem sofrimento

     

    Ter um animalzinho proporciona momentos muito agradáveis, mas nem sempre cuidar do pet é só diversão. O tutor precisa de muita atenção e cuidado quando os bichinhos ficam doentes. Depois do diagnóstico vem o tratamento e é necessário dar medicamentos. Mas você sabe a melhor forma de dar remédio para o seu pet?

    De acordo com a veterinária Mariana Lisboa Ferreira, a maneira ideal é determinada pelo próprio animal e a personalidade dele. “Cada animal é diferente, alguns vão tomar com facilidade e pode ser dado direto na boca deles, mas outros vão ficar agitados e aí precisa descobrir um caminho melhor para dar esse medicamento”, explica.

    Quando o remédio é em comprimido, Mariana aponta que muitas pessoas adotam a estratégia de misturar a medicação no meio de um pedaço de carne ou patê: “Isso funciona para animais que têm o apetite mais voraz, pois eles comem de uma vez e mal notam o remédio. Mas eu recomendo que primeiro dê um pouco do patê sem a medicação, porque depois de algum tempo essa tática pode deixar de funcionar se o animal perceber que só ganha o patê quando tem remédio, aí ele rejeita esse alimento”.

    No entanto, alguns bichinhos são mais desconfiados, descobrem o comprimido no meio da comida e correm do medicamento. Nesses casos, a veterinária aponta que não é bom insistir nessa tática. Uma possibilidade é tentar dar o remédio direto no fundo da boca do animal, mas sem ficar segurando o focinho.

     

    “Fechar a boca do pet e segurá-la é algo que deixa o animal estressado. Em raças de focinho achatado, como pug e buldogue, isso pode inclusive atrapalhá-los a respirar, pois essas raças já possuem essa dificuldade de respirar naturalmente, então segurar o focinho atrapalha ainda mais”, destaca a especialista.

     

    Quando nenhuma das alternativas anteriores dá certo, Mariana orienta amassar o comprimido e diluí-lo em um pouquinho de água, aplicando o medicamento com uma seringa na boca do animal: “É importante falar que se o animal vomitar, é preciso refazer a medicação”.

    Em relação aos gatos, a especialista revela que existe um instrumento chamado ‘aplicador de comprimido’, uma haste de plástico que é colocado na língua do felino e facilita dar o medicamento. Outra possibilidade é colocá-lo de barriga para cima e colocar o remédio com cuidado no fundo da garganta, que ele engolirá sem dificuldade.

    Caso nenhuma alternativa tenha funcionado, é importante levar o animal ao veterinário, que irá orientar a respeito da situação. E se a missão tiver sido concluída com sucesso, Mariana Lisboa Ferreira recomenda dar um petisco como agrado para o animal. “É uma recompensa, vai estimulá-lo a aceitar o medicamento de maneira mais fácil das próximas vezes”, conclui.

     

    Fonte: G1.com

    © 2020 Pet Shop Sumaré - Todos os direitos reservados


    Horários de funcionamento:

    Segunda à Sábado: das 8h30 às 20h
    Domingo: das 9h às 14h30.

    12 3882-6435

     

    Av. Pres. Castelo Branco, 702 - Bairro Sumaré, Caraguatatuba

     


    Como chegar


    Desenvolvimento Attitude Agência Web